quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Bolero

O Bolero é de Ravel, peça de música magistral . Que enfeitiça. Que me fez entrar em Havana mais feliz. Por estar vivo e ter direito a essa benção que brotava do rádio de um carro alugado à saída de São Francisco de Paula.

Mas o bocado do filme não é menos sublime.
"Les uns et les autres" neste bocado mostra um bailarino que é uma serpente. Que dança que hipnotiza. E isto para um homem não é fácil reconhecer. Mas é o que é. Um tipo que se detenha a ver este bocado de filme, não pode dizer menos que isso. Que o bailarino nos prega os olhos ao ecrã e nos embala com a música como se fossemos pequenos outra vez.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Are You talkin' to Me ?