domingo, 11 de abril de 2010

O Cabelo das Árvores

Helsínquia, Setembro de 1999.
Foi a primeira vez que a vi.
Nos países do Norte, Setembro traz a ruska.
Ainda não é Outono, mas em três/quatro dias as árvores deixam de estar cobertas de folhas verdes que passam quase instantaneamente para o amarelo e, logo, o vermelho. São três/quatro dias. Não mais. A natureza diz que vem o Outono, mas ainda não é. E por ser tão freneticamente rápido as folhas não caem. É um fenómeno incrível. Os plátanos e as bétulas completamente tingidos de ruivo. E é lindo assistir a isto. Parece um mundo novo. E como é único não tem tradução. É a ruska.
Passaram 10 anos e foi preciso ser Primavera para eu voltar a ver uma ruska. A ruska.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Are You talkin' to Me ?